Áreas

15/04/2019 - 11:15

 

A Prodepa será uma das parceiras do termo de cooperação técnica firmado entre o governo do Estado e a Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa), assinado na noite da última sexta-feira durante a posse de Carlos Xavier para mais um mandato à frente da federação (biênio 2019-20123).

O objetivo é destravar o setor produtivo e aumentar a competitividade do Pará diante de outros mercados. O termo, que envolve secretarias e autarquias da administração direta e indireta e foi assinado pelo vice-governador do Pará, Lúcio Vale; já que o governador Helder Barbalho estava na ocasião em São Paulo participando do festival Chocolat São Paulo 2019.

Numa mensagem em vídeo exibida na posse, Helder aparece ao lado de Lúcio Vale e do presidente da Faepa, Carlos Xavier. "Este entrelace vai fazer o Pará crescer ainda mais. Trabalharemos juntos para fazer o Estado crescer cada vez mais", afirmou o governador na mensagem.

O Termo de Cooperação Técnica envolve, entre outras instituições, o Instituto de Terras do Pará (Iterpa), a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap) e a Agência de Defesa Agropecuária do Pará (Adepará).

O vice-governador Lúcio Vale informou que coordenará um grupo de trabalho para apresentar propostas de atuação, nos próximos 60 dias. "É de grande importância a Faepa nesse trabalho, ainda mais tendo Carlos Xavier na presidência. Essa parceria demonstra o interesse em reforçar o setor produtivo, o agronegócio, o caminho para termos um Estado competitivo", destacou Lúcio Vale, acrescentando que "a ideia é, junto de todos esses órgãos, identificar gargalos e trabalhar para eliminá-los, dando condições de aumentar a produtividade".